• Isabelle Ferreira

RH e Excel: como tornar uma combinação de sucesso

Percebemos a importância do Excel em diversas áreas de trabalho e essa semana optamos por falar sobre um dos temas que mais tem a ver com o Excel, mas pouca gente sabe: a Gestão de Recursos Humanos. O objectivo desse artigo é ajudar você a entender a importância desse software para criar uma base de dados completa com informações de indicadores de desempenho, controlo de horas trabalhadas e cálculos de remunerações.

Vamos começar!

Ao fazer uso do Excel a primeira coisa que você ganha é tempo! São vários os itens que podem ser automatizados e que aumentam a productividade. Outro facto é que normalmente as bases de dados são bem extensas e acontece alguma confusão ao buscar informações e agora, a segunda coisa que você ganha é precisão ao diminuir erros humanos. Por fim, a terceira coisa é facilidade de análise para tomar as decisões mais correctas para seu negócio. Para este último, deixar todos os dados organizados e visuais com os gráficos disponibilizados ajuda muito a compreender o que realmente acontece na sua empresa.

Sabendo disso, a Corteza separou alguns serviços desse setor para você ter ideia do que pode ser feito com esse software.


Folha de Presença/Horas

Este tópico é sempre muito falado, mas é importante comentar que o Excel possui mais de 10 mil linhas e infinitas funções que auxiliam na organização automatização dessas informações. Também, é muito fácil inserir e editar informações e fazer cadastros bem rápidos.


Folha de Pagamento

Mesmo sabendo da existência de outros softwares que fazem também esse papel, o Excel acaba sendo bastante indicado pois além de ser gratuito, ele é personalizável. Em apenas alguns cliques é possível inserir horas trabalhadas x preço da hora e assim fazer os cálculos de salários. Outra vantagem é que você pode proteger valores e dados que apenas o responsável pode ver e alterar. Ao deixar tudo automatizado basta inserir alguns valores que tudo será feito de forma automática!


Avaliações de Desempenho

Cada empresa tem seu indicador e sua forma particular de fazer esse controlo, mas para o Excel tudo funciona da mesma forma. Deixe tudo padronizado ao inserir quais aspectos são analisados, percentagens, cálculos e funções, quantidades de funcionários, metas e pronto! O Excel vai fazer o restante do trabalho.


Indicadores

A avaliação de indicadores é o que determinada quais serão as próximas decisões a serem tomadas na sua empresa. Um exemplo bastante comum é a pesquisa de satisfação. As respostas podem ser preenchidas pelos funcionários de forma automática (o que pode se tornar ainda mais fácil se for utilizado o Google Sheets, leia nosso artigo para saber mais) e após isso basta elaborar os cálculos e fórmulas automáticas para que saia um plano de ação preciso e coerente.

Uma dica importante é sempre fazer um bom Dashboard e utilizar os tipos de gráficos correctos para transmitir a informação de forma limpa e precisa. Assim é possível acompanhar o desempenho e como a empresa está se saindo com as metas.


Manter o Histórico da Empresa

Além de simplificar muito o processo de procurar e ter acesso a informações antigas, você otimiza seu espaço de trabalho ao se livrar das enormes caixas e armários utilizados para guardar fichas e prontuários passados. Aproveite e armazene tudo em uma nuvem para que seu computador também fique mais leve e mantenha só ficheiros que realmente são utilizados no seu dia a dia.


Esses e mais outros serviços podem ser facilmente executados pelo Excel. É muito prático e fácil aprender esse software. Procure a Corteza e comece para já a facilitar seu trabalho!



26 visualizações