• Isabelle Ferreira

7 Funções Condicionais do Excel para uma Folha de Cálculo Inteligente!

Atualizado: Jul 25

A popularidade do Excel é resultado da grande quantidade de fórmulas que facilitam as tarefas diárias de seus utilizadores. A meta principal para qualquer pessoa que utiliza o Excel é aprender e automatizar a folha de cálculo para optimizar seu tempo de trabalho e ser mais eficiente.

Apesar de sabermos que existem inúmeras ferramentas disponíveis, é difícil entender quais delas devemos conhecer e por isso, nós da Corteza separamos para você as 7 funções condicionais para que você seja um profissional mais produtivo e completo.

Essas funções têm grande relevância pois estão condicionadas a um teste lógico, uma vez que elas vão retornar um valor de acordo com o critério que você escolheu. Esse tipo de fórmula permite que condições sejam testadas e retornem um valor se verdadeiras ou falsas, um cálculo ou uma contagem de acordo com os critérios escolhidos e elas são:


1 Função SE

Testar se a condição é verdadeira ou falsa e retornar um valor após testar as condições indicadas. A sintaxe da Função SE é:

=SE(teste_lógico;[valor_se_verdadeiro]; [valor_se_falso])


• Teste_lógico: determina se a função é verdadeira ou falsa e retorna um valor ao comparar os valores que foram inseridos na fórmula.

• Valor_se_Verdadeiro: é o valor que a função retorna quando o teste_lógico é verdadeiro, podendo retornar um cálculo, referenciar uma célula ou uma mensagem.

• Valor_se_Falso: é o valor que a função retorna quando o teste_lógico é falso, podendo retornar um cálculo, referenciar uma célula ou uma mensagem.


De forma prática, vamos supor que em uma folha de cálculo está o cadastro de 20 alunos de uma sala de aula e suas notas em uma matéria e seu objetivo é saber quem está aprovado e reprovado. A fórmula SE otimiza seu tempo pois não será preciso avaliar linha por linha para saber os resultados de cada aluno, mas a fórmula fará isso para você!


Se as notas forem abaixo de 7, os alunos reprovam. Se foram acima de 7, os alunos estão aprovados. Então a fórmula ficaria do seguinte modo:

=SE(7>10;”Aprovado”;”Reprovado”)


Percebe que só é preciso inserir um teste lógico para duas opções de valor? Isso acontece porque ela entende automaticamente que se o valor não é verdadeiro, ele é falso, retornando assim a segunda opção inserida.

Feito isso, é só copiar a fórmula para o resto dos alunos e tempo de trabalho será bastante reduzido.


2 Função E

Retornar o nome “verdadeiro” se TODOS os testes lógicos forem verdadeiros, ou o nome “falso” caso um deles seja falso. A diferença principal dessa fórmula para a SE, é que na SE pode ser inserido qualquer mensagem nos valores se verdadeiro ou falso. Já a E é mais limitada e a única opção que é retornada são os nomes verdadeiro e falso. A sintaxe da Função E é:

=E(valor_lógico1; valor_lógico2;…)


Seguindo o exemplo dos alunos, para eles serem aprovados eles precisavam apenas da nota. Mas agora eles precisam das notas E de 75% de presença em aulas.

A fórmula fica:

=E(A1>10;A2>75%) e a fórmula retornará “verdadeiro” quando a nota for maior que 7 e a presença for maior que 75% e “falso” quando um dos dois testes lógicos não forem verdadeiros.

Lembrando que A1 e A2 são células a serem referenciadas. Ficou na dúvida ou ainda não sabe para que sabe referenciar células? Pois consulte o nosso artigo de 5 Dicas para Optimizar seu Trabalho no Excel!


3 Função OU

Ela funciona de maneira contrária a função E, se apenas UM dos testes lógicos for verdadeiro, ela retornará o nome “verdadeiro” mesmo se os demais sejam falsos. Sua sintaxe é a seguinte:

=OU(valor_lógico1; valor_lógico2;…)


Seguindo o exemplo dos alunos acima, a fórmula ficaria:

=OU(A1>10;A2>75%) e a fórmula retornará “verdadeiro” quando a nota for maior que 7 OU a presença for maior que 75% e “falso” quando NENHUM dos dois testes lógicos forem verdadeiros.

E agora, para finalizar, vamos as últimas fórmulas de funções condicionais. Já aconteceu alguma vez de você precisar contar manualmente quantos itens daquela determinada folha de cálculo foram vendidos? Ou somar manualmente o valor total desses itens? Então fique atento nessa última parte pois falaremos de 3 funções que todo mundo que trabalho com Excel devia saber!


4 Função Contar.se/Contar.se.s

Essa fórmula conta automaticamente o número de vezes que o critério foi atendido, ou seja, quantas vezes esse critério apareceu na sua folha de cálculo.

A sintaxe da fórmula para um critério é:

=CONTAR.SE (intervalo;critério) onde,

  • Intervalo: Intervalo de células onde estão os critérios a serem contatos

  • Critério: Representa a palavra ou o termo que estamos procurando dentro do intervalo

A sintaxe da fórmula para dois ou mais critérios é:

=CONTAR.SE.S (intervalo_critério1;critério1; intervalo_critério2; critério2…)

  • Intervalo_critério: Intervalo de células onde estão os critérios a serem contatos

  • Critério: Representa a palavra ou o termo que estamos procurando dentro do intervalo

A diferença entre essas duas fórmulas pode ser percebida no exemplo a seguir:

Em uma lista de um estoque de feira há várias frutas, mas o dono gostaria de saber apenas a quantidade de maçãs que existem na lista. Para isso ele pode usar o contar.se. Mas caso ele queira contar quantas maçãs e bananas aparecem na lista, ele já passa a ter dois critérios e terá de usar a fórmula contar.se.s.


5 Função Soma.se/Soma.ses

Estas 2 fórmulas são bem semelhantes às anteriores, porém, ao invés da somar.se/se.s contar automaticamente o número de vezes que o critério foi atendido, ela soma os valores que estão relacionados a esses critérios.

A sintaxe da fórmula para um critério é:

=SOMA.SE (intervalo;critério;[intervalo_soma])

  • Intervalo: Intervalo de células onde estão os critérios a serem somados

  • Critério: Representa a palavra ou o termo que estamos procurando dentro do intervalo

  • Intervalo_soma: Intervalo de células onde contém os valores a serem somados


A sintaxe da fórmula para dois ou mais critérios é:

=SOMA.SE.S (intervalo_soma; intervalo_critério1; critério1;intervalo_critério2;critério2…)

  • Intervalo_soma: Intervalo de células onde contém os valores a serem somados

  • Intervalo_critério: Intervalo de células onde estão os critérios a serem contatos

  • Critério: Representa a palavra ou o termo que estamos procurando dentro do intervalo

Ainda usando como exemplo da lista da feira, o dono gostava de saber quanto foi que ele gastou com as maçãs que existem na lista. Para isso ele pode usar o soma.se. Mas caso ele queira somar quanto gastou de maçãs e bananas, ele já passa a ter dois critérios e terá de usar a fórmula soma.se.s.


6 Função Média.se/Média.se.s

Com uma pequena diferença da soma.se/soma.se.s, essa fórmula tira a média dos valores que estão relacionados aos critérios escolhidos. A sintaxe da fórmula para um critério é:

=MÉDIA.SE (intervalo;critério;[intervalo_médio])

  • Intervalo: Intervalo de células onde estão os critérios a serem tirado a média

  • Critério: Representa a palavra ou o termo que estamos procurando dentro do intervalo

  • Intervalo_médio: Intervalo de células onde contém os valores a serem tirado a média


A sintaxe da fórmula para dois ou mais critérios é:

=MÉDIA.SE.S (intervalo_médio; intervalo_critério1;critério1; intervalo_critério2;critério2…)

  • Intervalo_médio: Intervalo de células onde contém os valores a serem tirado a média

  • Intervalo_critério: Intervalo de células onde estão os critérios a serem tirado a média

  • Critério: Representa a palavra ou o termo que estamos procurando dentro do intervalo

7 Função Se.Erro

Esta função é "à prova de erros", uma vez que retorna um valor especificado por você quando a fórmula gera um erro. Caso não tenha nenhum erro, ela retorna normalmente o resultado da fórmula. Sua principal funcionalidade está ligada a estética da sua folha de cálculo e é aconselhada a usar para ocultar erros como #N/D, #VALOR!, #REF!, #DIV/0!, #NÚM!, #NOME? ou #NULO!. Sua sintaxe é:

=SE.ERRO(valor; valor_se_erro)

  • Valor: Representa o argumento verificado quanto ao erro.

  • Valor_se_erro: Representa o valor a ser retornado se a fórmula gerar um erro.


É isto! Espero que tenhamos ajudado a entender um pouco melhor sobre a funcionalidade de cada uma dessas fórmulas. Nós da Corteza temos dicas incríveis para que você use cada uma da melhor forma possível! Quer saber como? Entre em contacto conosco que será um prazer ajudar você!


#Excel #Funções #Fórmulas #Folhasdecálculo

47 visualizações